#cancerdemama            #outubrorosa


ARTIGOS


Crescimento, composição química e biológica de Arachis Pintoi (Krapov. & Gregory ) em função da calagem e da adubação fosfatada para diferentes alturas de corte

Autores
Valdinei Tadeu Paulino, Evaldo Ferrari Júnior, Márcia Atauri Cardelli Lucena

Resumo

1 Instituto de Zootecnia, APTA/SAA-SP, C. Postal 60, CEP 13.460.000, Nova Odessa/SP, e-mail: paulino@iz.sp.gov.br
2 Instituto de Zootecnia, APTA/SAA-SP, Nova Odessa/SP, e-mail:ferrari@iz.sp.gov.br
3 Instituto de Zootecnia, APTA/SAA-SP, C. Postal 60, CEP 13.460.000, Nova Odessa/SP, e-mail: lucena@iz.sp.gov.br
 

Este estudo foi conduzido com intuito de avaliar os efeitos da calagem e de adubação fosfatada sobre os rendimentos em termos de matéria seca, composição química e biológica da leguminosa Arachis pintoi sob diferentes alturas de corte. Os tratamentos estudados foram: 1. Omissão de calagem; 2. Presença de calcário; 3. Omissão de calagem + adubação fosfatada e 4. Calagem + adubação fosfatada, submetidos a três alturas de corte: 1cm, 5 cm e 10 cm. O delineamento experimental adotado foi de blocos ao acaso com quatro repetições. A calagem foi executada com calcário dolomítico com PRNT= 90% com intuito de elevar o índice de saturação por bases a 60%, equivalente a 4,5 t/ha. A adubação fosfatada foi aplicada como superfosfato simples na quantidade de 80 kg P2O5/ha. Os parâmetros avaliados foram rendimentos de matéria seca (MS), teores de proteína bruta, fibra detergente neutro (FDN), digestibilidade da matéria seca (DIVMS), digestibilidade da matéria orgânica (DIVMO), teores de fósforo e cálcio. Os maiores rendimentos e acumulação protéica foram alcançados mediante a adubação fosfatada. A calagem não afetou significativamente os rendimentos de MS e acumulação protéica. Os cortes mais baixos resultaram em maiores produções de matéria seca e de proteína por área. Os teores de P e de Ca situaram-se na faixa considerada adequada, com valores de 2,1 e 5,0 g/kg, respectivamente, para P e Ca. As alturas de corte estudadas não afetaram os teores de FDN, DIVMS e DIVMO.

 

Palavras-chave: amendoim forrageiro, cálcio, fósforo, digestibilidade, fibra detergente neutro

 

Effects of lime and phosphorus fertilization on Arachis pintoi cv. Belmonte on dry matter yields and chemical and biological composition under three cutting heights

 

The aim of this work was to evaluate the effects of lime and phosphorus fertilization and three cutting heights (1.0, 5.0 and 10.0 cm) on the dry matter yields (DM), protein contents and protein accumulation, phosphorus, calcium contents, neutral detergent fiber (NDF), in vitro dry matter digestibility (IVDMD), in vitro organic matter digestibility (IVOMD) in Arachis pintoi cv. Belmonte. The assay was conducted in plots arranged according to completely randomized design, with four replications. Phosphorus fertilization increased DM and protein accumulation. Lime did not affect DM or crude protein. Lower cutting heights resulted on significantly upper the dry matter yields and protein accumulation. Phosphorus and calcium contents were in adequate range, with values of 2.1 and 5.0 g/kg, respectively for P and Ca. NDF, IVDMD, IVOMD were not affected by cutting heights.

 

Keywords: Arachis pintoi, calcium, digestibility, neutral detergent fiber, phosphorus

 

Íntegra (PDF)

Veja todos os artigos



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir