Qualidade de ovos brancos comerciais em diferentes temperaturas de conservação e período de estocagem

  • L. L. Paiva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul https://orcid.org/0000-0003-4417-1680
  • K. M. R. S. Nascimento Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • N. S. Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • H. B. Freitas Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • T. R. Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • A. V. Ofico Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • N. R. B. Chaves Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • L. A. R. Silva Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • V. A. Macie Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • C. B. T. Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: Índice de gema, gravidade específica, poedeiras leves, unidade haugh

Resumo

Com o objetivo de avaliar o efeito da temperatura de conservação e o período de estocagem sobre a qualidade externa e interna de ovos brancos comerciais. Foram utilizados 375 ovos tipo extra de poedeiras comerciais brancas da linhagem Hy-line. distribuídos em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 7 (temperatura x período de armazenamento), totalizando 14 tratamentos com cinco repetições de três ovos cada. Os tratamentos foram: temperatura ambiente (26,5ºC) e refrigerada (11°C) e sete períodos de armazenamento (zero, cinco, 10, 15, 20, 25 e 30 dias). Houve interação (P<0,05) entre os fatores avaliados para os valores de percentagem de albúmen e gema, unidade Haugh, índice de gema e coloração de gema crua, observando redução da qualidade interna dos ovos ao longo do armazenamento em temperatura ambiente em relação aos ovos refrigerados. O avanço do período de armazenamento a perda de peso dos ovos aumentou de forma quadrática (P<0,05) e a gravidade específica reduziu linearmente (P<0,05). A perda de peso dos ovos PP foi intensificada em temperatura ambiente. Conclui-se que ovos brancos armazenados em temperatura ambiente apresentam perdas acentuadas de qualidade, principalmente interna durante a estocagem até 30 dias. Ovos mantidos sob refrigeração podem ser armazenados até 20 dias sem alteração da qualidade interna.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PROTEÍNA ANIMAL - ABPA. Relatório Annual, 2017. Disponível em:<http://abpabr.com.br/storage/files/3678c_final_abpa_relatorio_anual_2016_portuues_web_reduzido.pdf> Acesso em: 10 mai 2018.

AGUIAR, M.S.; ZAFFARI, S.; HÜBSCHER, G.H. O ovo e sua contribuição na saúde humana. Revista Saúde e Ambiente, v. 10, p.47-55, 2009.

AKYUREK, H.; OKUR, A. G. Effect of storage time, temperature and hen age on egg quality in free range layer hens. Journal of Animal and Veterinary, v.8, p.1953-1958, 2009.

BARBOSA, V. M.; BAIÃO, N. C.; MENDES, P. M. M.; ROCHA, J. S. R.; POMPEU, M. A.; LARA, L. J. C.; MARTINS, N. R. S.; NELSON, D. L.; MIRANDA, D. J. A.; CUNHA, C. E.; CARDOSO, D. M.; CARDEAL, P. C. Avaliação da qualidade da casca dos ovos provenientes de matrizes pesadas com diferentes idades. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, v.64, p.1036-1044, 2012. https://doi.org/10.1590/S0102-09352012000400033

BATISTA, N. R.; GARCIA, E. R. M.; OLIVEIRA, C. A. L.; ARGUELO, N. N.; SOUZA, K. M. R. Trace mineral sources and rosemary oil in the diet of brown laying hens: egg quality and lipid stability. Revista Brasileira de Ciência Avícola, v.19, p.663-672, 2017. http://dx.doi.org/10.1590/1806-9061-2016-0369

CRUZ, F. K.; GARCIA, E. R. M.; FERRAZ, A. L. J.; SOUZA, K. M. R.; FELICIANO, W. B.; ROHOD, V. R. Quality and stability of eggs from laying hens fed with organic minerals and lycopene. Ciência Rural, v.46, p. 157-162, 2016. https://doi.org/10.1590/0103-8478cr20150594

ESTEFANELLO, C. Análise do sistema agroindustrial de ovos comerciais. Revista Agrarian, v.4, p.375-382, 2011.

FREITAS, L. W.; PAZ ALMEIDA, I. C. L.; GARCIA, R. G.; CALDARA, F. R.; SENO, O. L.; FELIX, G. A.; LIMA, N. D.S.; FERREIRA, M. O. S.; CAVICHIOLO, F. Aspectos qualitativos de ovos comerciais submetidos a diferentes condições de armazenamento. Revista Agrarian, v.4, p.66-72, 2011.

GARCIA, E. R. M.; ALVES, M. C. F.; CRUZ, F. K.; CONTI, A. C.; BATISTA, N. R.; BARBOSA FILHO, J. A. Qualidade interna de ovos: efeito do armazenamento, linhagem e idade da poedeira. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável, v.5, p. 101-109, 2015. https://doi.org/10.21206/rbas.v5i1.242

GARCIA, E. R. M.; BATISTA, N. R.; CRUZ, F. K.; BARBOSA FILHO, J. A. Granulometria do calcário: desempenho e qualidade dos ovos de poedeiras em final de produção. Zootecnia tropical, v.30, p.311-316, 2012.

GARCIA, E. R. M.; ORLANDI, C. C. B.; OLIVEIRA, C. A. L.; CRUZ, F. K.; SANTOS, T. M. B.; OTUTUMI, L. K. Qualidade de ovos de poedeiras semipesadas armazenados em diferentes temperaturas e períodos de estocagem. Revista Brasileira de Saúde Produção Animal, v. 11, p. 505-518, 2010.

LANA, S. R. V.; LANA, G. R. Q.; SALVADOR, E. L.; LANA, Â. M. Q.; CUNHA, F. S. A.; MARINHO, A. L. Qualidade de ovos de poedeiras comerciais armazenados em diferentes temperaturas e períodos de estocagem, Revista Brasileira de Saúde Produção Animal, v.18, p.140-151, 2017. https://doi.org/10.1590/s1519-99402017000100013

LEMOS, M. J.; CALIXTO, L. F. L.; REIS, T. L.; RÊGO, R, S. Qualidade de ovos de poedeiras semipesadas de diferentes idades armazenados em diferentes temperaturas. Revista Acadêmica de Ciências Agrárias e Ambientais, v. 12, p. 133-140, 2014. http://dx.doi.org/10.7213/academica.12.02.AO07

MAGALHÃES, A. P. C; CURVELLO, F. A.; MORENZ, M. J.; CALIXTO, L. F.; REZENDE, S. R. F. Qualidade de ovos comerciais de acordo com a integridade da casca, tipo de embalagem e tempo de armazenamento. Revista de Ciência da Vida, v.32, p.51-62, 2012.

MOURA, A. M. A.; FONSECA, J. B.; RABELLO, A. B. V.; TAKATA, F. N.; OLIVEIRA, N. T. E. Desempenho e qualidade do ovo de codornas japonesas alimentadas com rações contendo sorgo. Revista Brasileira de Zootecnia, v.39, p.2697-2702, 2010. https://doi.org/10.1590/S1516-35982010001200021

QUADROS, D. G.; JESUS, T. R.; KANEMATSU, C. H.; SÁ, A. M.; SILVA, G. A. V.; SILVA, A. L. R.; ANDRADE, A. P. Qualidade de ovos de galinha comercializados em Barreiras BA, estocados em diferentes condições de temperatura. Revista Acadêmica de Ciências Agrárias e Ambientais, v. 9, p. 363-369, 2011. http://dx.doi.org/10.7213/cienciaanimal.v9i4.12428

SANTOS, M. S. V.; ESPÍNDOLA, G. B.; LÔBO, R. N. B.; FREITAS, E. R.; GUERRA, J. L. L.; SANTOS, A. B. E. Efeito da temperatura e estocagem em ovos, Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.29, p. 513-517, 2009. https://doi.org/10.1590/S0101-20612009000300009

SILVA, R. C.; NASCIMENTO, J. W. B.; OLIVEIRA, D. L.; FURTADO, D. A. Termohigrometria no transporte e na qualidade de ovos destinados ao consumo humano. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.19, p.668–673, 2015. https://doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v19n7p668-673

ROSSETO, H. H.; KLOSOSKI, S. J.; PIMENTEL, T. C.; MARQUES, A. F. BARÃO, E. C. Análise da qualidade de ovos disponíveis em supermercados e armazenados em diferentes temperaturas. Revista de Ciência e Tecnologia, v. 29, p. 45–49, 2018.

Publicado
27-12-2019
Como Citar
Paiva, L., Nascimento, K., Silva, N., Freitas, H., Silva, T., Ofico, A., Chaves, N., Silva, L., Macie, V., & Santos, C. (2019). Qualidade de ovos brancos comerciais em diferentes temperaturas de conservação e período de estocagem. Boletim De Indústria Animal, 76, 1-8. https://doi.org/10.17523/bia.2019.v76.e1457
Seção
QUALIDADE DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL