Boletim de Indústria Animal http://iz.sp.gov.br/bia/index.php/bia <p align="center"><img src="/bia/public/site/images/fprado/download2.jpg" alt=""></p> <p align="justify"><span style="font-size: medium; font-family: 'book antiqua';">O Boletim de Indústria Animal-BIA é uma revista científica de produção animal e áreas afins, de publicação contínua de acesso livre, on-line, editado pelo Instituto de Zootecnia, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. O BIA tem por objetivo publicar artigos científicos originais em português e inglês, que contribuam para o desenvolvimento da produção animal, nas áreas de Aquicultura, Etologia e Ambiência, Forragicultura e Pastagens, Genética, Melhoramento Animal, Métodos Quantitativos e Economia, Nutrição Animal, Qualidade de Produtos de Origem Animal, Reprodução Animal, Sanidade Animal, e Sistemas de Produção e Agronegócios. Os manuscritos enviados ao Boletim de Indústria Animal devem ser inéditos e não podem ser publicados ou submetidos à publicação em outro meio de divulgação simultaneamente, com exceção de anais de congresso. O BIA publica artigos científicos. O conteúdo dos manuscritos submetidos à publicação no BIA é de responsabilidade exclusiva de seu(s) autor(es)</span><strong style="font-size: medium; font-family: 'book antiqua';"><em>.</em></strong></p> Instituto de Zootecnia pt-BR Boletim de Indústria Animal 1981-4100 <p>Os autores não serão remunerados pela publicação de trabalhos, pois devem abrir mão de seus direitos autorais em favor deste periódico. Por outro lado, os autores ficam autorizados a publicar seus artigos, simultaneamente, em repositórios da instituição de sua origem, desde que citada a fonte da publicação original seja Boletim de Indústria Animal. A revista se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua e a credibilidade do veículo. Respeitará, no entanto, o estilo de escrever dos autores. Alterações, correções ou sugestões de ordem conceitual serão encaminhadas aos autores, quando necessário. Nesses casos, os artigos, depois de adequados, deverão ser submetidos a nova apreciação. As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade. Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution (CC-BY-NC). A condição BY implica que os licenciados podem copiar, distribuir, exibir e executar a obra e fazer trabalhos derivados com base em que só se dão o autor ou licenciante os créditos na forma especificada por estes. A cláusula NC significa que os licenciados podem copiar, distribuir, exibir e executar a obra e fazer trabalhos derivados com base apenas para fins não comerciais.</p> Dinâmica do sistema de criação de bezerras no período de aleitamento: modelo conceitual http://iz.sp.gov.br/bia/index.php/bia/article/view/1618 <p>O estudo do comportamento ajuda a entender as necessidades dos animais e serve de base para justificar os critérios de bem-estar nas fazendas. Este trabalho utilizou a dinâmica de sistema para encontrar os ciclos causais que influenciam os comportamentos das bezerras leiteiras durante a fase de aleitamento, mantidas em diferentes sistemas de criação (individual ou coletivo com presença ou ausência de estímulo tátil). Como resultado da modelagem, o modelo conceitual de desenvolvimento de bezerras leiteiras possui três subsistemas: (a) subsistema de crescimento, onde existem três ciclos de reforço ligados ao peso das bezerras; (b) subsistema de desenvolvimento social com dois ciclos de reforço associados à aprendizagem das bezerras e dois ciclos de balanço associados à reatividade; e (c) subsistema de termorregulação com três ciclos de balanço associados à temperatura corporal e um ciclo de reforço associado ao estresse térmico. A modelagem conceitual proporcionou maiores informações sobe o comportamento de bezerras leiteiras por tornarem explicitas as integrações entre os subsistemas que compõem o sistema de desenvolvimento geral de bezerras.</p> A. C. K. S. Issakowicz L. M. Toledo L. A. Ambrosio ##submission.copyrightStatement## http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0 2020-02-07 2020-02-07 77 1 19 10.17523/bia.2020.v77.e1465