#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul


NOTÍCIAS


22/12/2015

Adubação nitrogenada estratégica das pastagens, uma tecnologia IZ

Nas condições do Brasil Central e, particularmente do Estado de São Paulo, a produção de forragens é caracterizada pela estacionalidade com variação na disponibilidade e qualidade da forragem em resposta às alterações nas condições climáticas que ocorrem ao longo do ano em função das estações. Nessa condição a produção de forragens é maior durante o período das águas (verão), com redução na produção no período das secas (inverno). Para Uma das maneiras de diminuirmos este efeito é adotar uma “adubação estratégica” no final do período de crescimento dos capins com nitrogênio, considerando este como principal nutriente das gramíneas forrageiras, pois proporciona aumento imediato e visível da produção de forragem.

A aplicação de adubos nitrogenados nas pastagens deve ser realizada preferencialmente em cobertura, após o rebaixamento da forragem, através do pastejo. Diante disso duas indicações podem ser feitas: aplicar somente uma dose média ou a leve do adubo nitrogenado no final do período das águas proporcionando um acentuado aumento de produção de forragem para o período das secas e uma rebrota mais precoce no inicio do período chuvoso (primavera) ou, quando se trabalha com doses de nitrogênio mais pesadas recomenda-se parcelar, aplicando-se 1/3 no inicio do período das águas e 2/3 no final do período das águas.

O nitrogênio é o principal adubo para a obtenção de alta produtividade, conjugada com bom valor nutritivo da gramínea forrageira, depois que um pasto está formado. Agora, em virtude do seu alto custo, a sua aplicação é condicionada a diversos fatores, principalmente, a aplicação, épocas e doses adequadas.

Ao adotarmos a “adubação estratégica”, muito cuidado com a utilização da uréia como fornecedora de nitrogênio, nessa época, em virtude de se correr o risco de haver perdas de nitrogênio por volatilização como amônia, quando em condições de umidade do solo permitem apenas a solubilização da uréia, mas não ocorram chuvas imediatas para sua incorporação ao solo.

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir