#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul


NOTÍCIAS


04/03/2016

Banco de Germoplasma de plantas forrageiras do Instituto de Zootecnia garante qualidade da pecuária

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Zootecnia (IZ), mantém um banco de Germoplasma onde estão reunidas diversas variedades de plantas forrageiras, como gramíneas e leguminosas, com o objetivo de preservar os recursos genéticos e fornecer material biológico para o desenvolvimento de pesquisas na área de zootecnia.

As gramíneas e leguminosas são plantas diferentes entre si, porém, ambas correspondem a famílias de espécies que formam o grupo das forrageiras – fonte de alimento de grande importância para o desenvolvimento e reprodução de animais ruminantes, como bovinos, bubalinos, ovinos e caprinos.

Essa coleção, mantida pelo IZ desde a década de 70, por meio de intercâmbios com entidades do Brasil e do exterior, é armazenado em formas de sementes e mudas.

De acordo com o pesquisador da Secretaria, Waldssimiler Teixeira do Mattos, que atua na área de forragicultura e pastagem, a coleção é fundamental para garantir uma forragem de qualidade, livres de agroquímicos, que podem prejudicar a pecuária paulista. “Com as recentes discussões sobre sustentabilidade dos sistemas de produção de carne e leite, desenvolvemos estudos para introduzir as plantas leguminosas nas pastagens consorciadas com gramíneas forrageiras para melhorar a qualidade do pasto e reduzir o uso de fertilizantes químicos nitrogenados. Essas ações podem diminuir a emissão de efeitos estufa”, disse.

De acordo com o pesquisador, o banco de Germoplasma contribui para a produção animal sustentável em sistemas integrados do Programa de Produção Animal em Sistemas de Integração (Propasi), criado para desenvolver uma pecuária intensiva, com sustentabilidade ambiental e respeito ao bem-estar animal.

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, a equipe técnica do IZ vem se estruturando para desenvolver novas espécies de plantas forrageiras para prospecção da diversidade genética. “A garantia de sustentabilidade da agropecuária é uma das diretrizes estabelecidas pelo governador Geraldo Alckmin, e por meio da conservação dos recursos genéticos garantidos pelo Banco de Germoplasma, o nosso Instituto de Zootecnia poderá continuar seu trabalho de conservação dos recursos genéticos de forma organizada, com informações técnicas que permitam a utilização racional do germoplasma para plantio ou para o seu melhoramento genético, criando novas opções para o produtor rural”, disse.

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir