#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul


NOTÍCIAS


31/08/2016

IZ apresenta estudo que identifica animais mais resistentes ao calor

Iniciativa será transformada em projeto.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo apresentou, durante o 10º Congresso Interinstitucional de Iniciação Científica (CIIC) 2016, em Campinas, estudo que possibilitará a seleção de animais resistentes ao calor para serem utilizados no Programa Nacional de Melhoramento Genético da raça Gir Leiteiro (PNMGL). O estudo será um piloto para a realização de projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O trabalho iniciará com a coleta de dados durante o pré-teste dos tourinhos Gir Leiteiro, que ocorrerá em novembro de 2016.

PIBIC_CIIC_2016_bolsista_IZ_Ricardo-PereiraO trabalho sobre a “Associação entre o nível de cortisol sérico e parâmetros fisiológicos ligados ao estresse térmico e temperamento em tourinhos da raça Gir Leiteiro”, de autoria do bolsista do Programa Institucional de Iniciação Científica (Pibic) Rodrigo Pereira, e orientado pelo pesquisador do IZ, Eugênio Vercesi Filho, recebeu o Prêmio IZ/Pibic.

De acordo com Anibal, também diretor do Centro de Pesquisa em Bovinos de Leite na unidade do IZ em Nova Odessa, a pesquisa estudou parâmetros fisiológicos e celulares dos animais expostos às condições de estresse térmico. “Com o avanço do aquecimento global, é cada vez mais importante a realização de projetos de pesquisa que possibilitem a seleção de animais nos programas de melhoramento animal, que apresentem tolerância ao calor. É buscar características para adaptação dos animais ao novo ambiente de produção, levantando os possíveis indicadores de estresse térmico”, afirmou Anibal.

Neste experimento foram utilizados tourinhos da raça Gir Leiteiro, expostos em ambiente com temperatura elevada. De acordo com Pereira, os resultados não foram suficientes para alterar os parâmetros fisiológicos, considerando que o Gir Leiteiro é uma raça zebuína adaptada ao clima tropical. “Já o nível de cortisol (NC) foi maior no período da tarde, isso pode ser um indicativo de estresse térmico baixo”, explicou.

Outros projetos IZ

Outros bolsistas participaram com projetos desenvolvidos no Centro de Pesquisa em Bovinos de Corte do IZ na unidade de Sertãozinho (SP) e em conjunto com o Centro de Pesquisa em Bovinos de Leite.

Paulo César da Silva Santos, orientado por Renata Helena Branco Arnandes, expôs o projeto “Incidência de ruminite e abscessos hepáticos em bovinos nelore confinados com dietas contendo óleo funcional ou monensina sódica e diferentes níveis de fibra”, com o objetivo de melhorar a dieta para animais em terminação.

O trabalho sobre “Efeito do peso ao parto sobre a produção de leite e seus constituintes em vacas da raça Gir”, da aluna Luara Afonso de Freitas, teve a orientação da pesquisadora Claudia Cristina Paro de Paz e avaliou como o aumento no peso da vaca até o parto influencia a produção de leite.

Já Patricia Baltagim Zacheo expôs o tema “Efeito do sistema de refrigeração na cinética espermática e integridade de membrana plasmática de sêmen bovino”, sob a orientação do pesquisador Fabio Morato Monteiro, que apresentou elementos para diminuir os danos às células de reprodução por meio da refrigeração.

Por Lisley Silvério

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir