NOTÍCIAS


13/12/2016

IZ atingiu 1,5 milhão em vendas de reprodutores e matrizes em 2016

O Instituto superou a arrecadação do ano passado com a venda dos animais para todo Brasil

A contribuição da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por intermédio do Instituto de Zootecnia (IZ), para a pecuária nacional – com a comercialização de sêmen, embriões, reprodutores e matrizes IZ –, se reflete no aumento da produtividade e da renda do produtor, impactando diretamente na produção de carne do Brasil. Este ano, foram vendidas 379 cabeças de bovinos das raças Nelore, Caracu e Guzerá, atingindo a soma total de R$ 1.548.752,96.

Reconhecido em todo Brasil como ‘Linhagem IZ, uma linhagem de peso’, os bovinos do IZ são resultantes de um criterioso trabalho de seleção para ganho em peso realizado desde 1976. “O rebanho é praticamente fechado à introdução de material genético externo, com evidente capacidade dos touros e matrizes em ‘imprimir velocidade de crescimento e musculosidade nos bezerros”, destacou a diretora do IZ, Renata Helena Branco Arnandes.

“A seleção de animais do Programa de Melhoramento Genético do IZ contribui para fomentar a genética e a cadeia produtiva de carne do País para maior rentabilidade, um trabalho sério e comprometido com o desenvolvimento da pecuária sustentável”, disse Renata.

Para transferir toda essa tecnologia, o Centro de Pesquisa em Bovinos de Corte, unidade do IZ em Sertãozinho (SP), realizou seu tradicional leilão em setembro, quando foram disponibilizados 98 animais machos e fêmeas – negociados pela média de R$ 8.914,00, totalizando R$ 873.600,00. Além de outras duas vendas de 169 animais, que também ocorreram durante o ano, e atingiram a soma de R$ 349.382,96.

No “Leilão de Reprodutores e Matrizes Linhagem IZ”, organizado pela Central Leilões e transmitido ao vivo pelo Canal do Boi, foram comercializados 98 bovinos reprodutores das raças Nelore, Guzerá e Caracu e 30 matrizes das raças Nelore e Caracu. Participaram do evento cerca de 150 pessoas, além dos participantes virtuais, de vários municípios de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso e Pará.

No arremate de 61 exemplares da raça Nelore, o leilão arrecadou R$575.600,00. A média de preço dos 34 touros foi de R$ 11.132,35 e das 27 fêmeas foi de R$ 7.300. Já na raça Caracu, os 20 animais ofertados somaram R$ 139.500,00, uma média de R$ 10.075,00. Na raça Guzerá, foram negociados 17 reprodutores à média de R$ 5.676,47, totalizando R$ 96.500,00.

Os valores obtidos superaram o resultado da última edição em 2015, quando foram ofertados 119 animais, pelo montante de R$707.600, registrando a média geral de R$5.946 por animal.

O Secretário da Agricultura, Arnaldo Jardim, enfatizou, que o compromisso assumido pelo governador Geraldo Alckmin em aproximar a pesquisa científica da produção pecuária, é confirmado com a transferência de tecnologias geradas pelo IZ, que vem atendendo às demandas dos pecuaristas, ofertando alta qualidade genética em bovinos de corte.

As diversidades das raças podem ser verificadas no Sumário de Touros e Matrizes do IZ, disponível no site, o qual apresenta, aos interessados, os detalhes dos animais referentes a acasalamento, genealogia e diferenças esperadas na progênie (DEPs), apontando a eficiência alimentar, ganho de peso e conversão de alimentação.

Os pesquisadores do IZ ficam à disposição do pecuarista para outras informações pelos telefones (16) 99127.4562 e (19) 3466.9430 e pelo e-mail: corte@iz.sp.gov.br

Por Lisley Silvério
Assessora de Imprensa
Secretaria de Agricultura e Abastecimento
Instituto de Zootecnia

Fone: (19) 3466.9434
E-mail:lisley@iz.sp.gov.br
www.iz.sp.gov.br

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir