NOTÍCIAS


29/07/2009

IZ na Agrifam 2009 (31 de julho a 2 de agosto)

O Instituto de Zootecnia (IZ/APTA/SAA) participará, no período de 31 de julho a 2 de agosto, da AGRIFAM - Feira da Agricultura Familiar e do Trabalho Rural. O evento acontecerá no Instituto Técnico e Educacional para Trabalhadores Rurais (ITETRESP), na Rodovia Marechal Rondon, km 322, Agudos – SP.

 

O estande do IZ concentrará assuntos relacionados à ovinocultura, suplementação a pasto para bovinos de corte, suplementação mineral para bubalinos, controle sanitário em ovinocultura, avaliação de carcaça de ovinos, plantas forrageiras e recuperação de pastagem.

 

O IZ realiza pesquisas em melhoramento genético de forrageiras; forragicultura e pastagens; produção animal a pasto; reprodução; etologia e ambiência; produção e qualidade de carne e leite; atividades silvipastoris; produção de sistemas inteligentes para pesquisa e gerenciamento de dados.

 

Todos os projetos de pesquisas do IZ atendem aos Programas do Governo, visando o desenvolvimento do agronegócio paulista e brasileiro, como Incremento da Competitividade das Cadeias de Proteína Animal; Estímulo à Expansão de Agronegócios Especiais e Desenvolvimento do Agronegócio Familiar, evitando o êxodo rural.

 

O produtor rural também poderá ver pequenas mostras de gramíneas e leguminosas forrageiras híbridas lançadas pelo IZ e já consagradas pela utilização.

 

Gramíneas

 

O Panicum maximum cv. Aruana foi lançado pelo Instituto de Zootecnia, em 1989 sob o número IZ-5, como uma opção para formação de pastagens. Ele é uma gramínea cespitosa de porte médio (atinge até 90 cm de altura) e apresenta grande quantidade de colmos finos. É um cultivar que consorcia-se bem com as leguminosas soja-perene, macrotiloma e estilosantes. Produz bastante sementes, tornando sua propagação fácil, rápida e de menor custo.

 

O Pennisetum purpureum cv. Guaçú é outro lançamento do Instituto de Zootecnia, identificado como cultivar IZ-2. As suas características são: porte alto, colmos grossos, bom perfilhamento, baixo florescimento, quase sem joçal, boa resistência à geada e à seca, boa rebrota e boa estacionalidade. Indicado principalmente para corte, devido ao pouco joçal que apresenta, mas pode ser utilizado também para pastejo direto. Para pastejo pode ser consorciado com as leguminosas macrotiloma, soja-perene e calopogônio.

 

 

 

Leguminosas Forrageiras

 

O Macrotyloma axillare cv. Guatá ou IZ-4 é uma planta oriunda da África tropical, tendo sido lançada pelo  Instituto de Zootecnia em 1984. É uma planta herbácea, perene, trepadora e volúvel. O Guatá possui um excelente estabelecimento e persistência sob pastejo, rápido desenvolvimento vegetativo, ótima rebrota, principalmente após geada, boa consorciação com capins de hábitos entoucerados, bom valor nutritivo e boa produção e disseminação natural por sementes.

 

A Galactia striata cv. Yarana ou IZ-3 é uma planta nativa do Brasil, também lançada pelo Instituto de Zootecnia em 1984. É uma planta semi-arbustiva, com ramos terminais volúveis, perenes, com raízes bastante desenvolvidas, folhas trifolioladas com diâmetro foliar, tanto na largura como no comprimento, maior que o cultivar comum. A mesma apresenta excelente vigor, ótimo desenvolvimento vegetativo, boa persistência sob pastejo e excelente estacionalidade de produção.

 

O Calopogonium mucunoides é uma planta nativa da América do Sul Tropical. É uma leguminosa vigorosa, trepadora e volúvel. È adaptada a condições tropicais úmidas e quentes. Consorcia-se bem com capins cespitosos.
 
Mais Informações sobre a feira no site:

 

 

Assessora de Comunicação Institucional - IZ
LISLEY SILVÉRIO - Jornalista resp.
Fone: (19) 3466.9434 Fax: 3466.9413
E-mail:
imprensa@iz.sp.gov.br | lisley@iz.sp.gov.br

www.iz.sp.gov.br
 

Instituto de Zootecnia (IZ/APTA/SAA-SP)

Rua Heitor Penteado, 56

CP 60 – CEP: 13460-000

Nova Odessa/SP
 
 
Publicado em 29/7/2009 

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir