NOTÍCIAS


08/03/2012

IZ realiza estudo sobre estoque de Carbono em pastagens

É crescente a preocupação mundial em relação às mudanças no clima do planeta, principalmente, decorrentes das emissões dos gases de efeito estufa (GEE) – dióxido de carbono (CO2), metano (CH4) e o oxido nitroso (N2O).  O Instituto de Zootecnia (IZ/APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, tem desenvolvido projetos de pesquisa para colaborar com a mitigação dos impactos ambientais, como o projeto “Estoque de carbono em pastagens com diferentes sistemas de uso de manejo”.

 

Tema de dissertação da mestranda Erika Maria de Lima Celegato Teixeira, aluna da pós-graduação do IZ, o estudo teve por objetivo caracterizar o estoque de carbono - EC (Mg.ha-1) acumulado no solo, a densidade do solo nas diferentes profundidades, em vários sistemas de uso e manejo – pastagens, matas, milho no sistema de cultivo convencional, milho no sistema de integração lavoura-pecuária, além de caracterizar quimicamente os solos e correlacionar a fertilidade com o estoque de carbono.

 

O experimento foi conduzido, no período de dezembro de 2008 a junho de 2010, no IZ em Nova Odessa, na Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Brotas/SP e no Centro Avançado de Pesquisa Tecnológica do Agronegócio de Bovinos de Corte em Sertãozinho.

 

Segundo Erika, a densidade apresentou menores valores nas camadas superficiais para as matas associadas às pastagens (Brotas, Nova Odessa e Sertãozinho), para os sistemas de cultivo de milho – Santa Angélica (convencional), pastagem com B. brizantha Marandu (pasto antigo e pasto melhorado), pastagem de B. decumbens, devido ao maior aporte de material vegetal e no caso das matas associadas o aporte de vegetal não sofreu a interferência das práticas de manejo.

 

Em Sertãozinho-SP, comparando os tratamentos não houve diferença significativa (P>0,05) nos teores de carbono em vários sistemas de uso do solo, porém com relação ao estoque de carbono (EC) os maiores valores foram encontrados na área de mata nativa, 103,13 Mg ha-1.

 

Em Brotas, os teores de carbono não apresentaram diferenças significativas (P>0,05) entre os sistemas pastagem e a mata nativa, para os estoques os maiores valores foram observados na pastagem (61,74 Mg ha-1), sendo decorrente das maiores densidades e maiores acúmulos de matéria orgânica.

 

Em Nova Odessa, para as pastagens melhoradas de capim-Marandu versus a antiga, os estoques de carbono foram significativamente superiores em média 97,2 Mg ha-1 onde o manejo foi adotado e 85,0 Mg ha-1 no pasto antigo. Estes estoques de carbono mostraram significativas reduções (P<0,05) com a profundidade.

 

O uso do sistema integração lavoura-pecuária mostrou um grande potencial em estocar carbono no solo. “Ele representa uma alternativa promissora em recuperar pastos degradados, com produção de forragem de qualidade e para o fornecimento de matéria orgânica em quantidade suficiente para cobertura do solo durante todo o ano. Esse manejo torna o sistema economicamente viável e sustentável”, concluiu a mestranda.

 

PG/IZ - A dissertação esteve sob a orientação do pesquisador do IZ, Valdinei Tadeu Paulino. A banca examinadora foi composta pelos pesquisadores Valdinei Tadeu Paulino, Gustavo José Braga e Edison Valvasori.

Sobre a mestranda - Erika Maria de Lima Celegato Teixeira possui graduação em Ciências Biológicas - Faculdades Integradas Maria Imaculada SP(2002) e especialização em Ecologia (2004) pela Faculdades Integradas Maria Imaculada Mogi Guaçu. Mestre em Produção Animal Sustentável no Instituto de Zootecnia Nova Odessa –SP (2011). Desenvolve projetos na linha de pesquisa com mudanças climáticas, gases de efeito estufa e sequestro de carbono em diferentes sistemas de uso e manejo da terra.
 

Assessora de Comunicação Institucional - IZ

LISLEY SILVÉRIO - Jornalista resp.

TATIANA KAWAKAMI - Publicitária

Fone: (19) 3466.9434 Fax: 3466.9413

E-mail: imprensa@iz.sp.gov.br  | lisley@iz.sp.gov.br 

www.iz.sp.gov.br  

 

Instituto de Zootecnia (IZ/APTA/SAA-SP)

Rua Heitor Penteado, 56

CP 60 cep 13460-000

Nova Odessa (SP)

 

Redes sociais SAA: Twitter, Facebook, YouTube e Flickr
http://twitter.com/agriculturasp
http://www.facebook.com/agriculturasp
http://www.youtube.com/agriculturasp
http://www.flickr.com/photos/agriculturasp

 
Publicado em março/2012

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir