NOTÍCIAS


20/03/2001

IZ realiza dia de campo sobre plantio direto em pastagem

O Instituto de Zootecnia (IZ-ZPTA), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA), estará promovendo dia 20 de março, a partir das 8h, no Núcleo de Pesquisas Zootécnicas de São José do Rio Preto, dia de campo sobre plantio direto na palha em sistema de integração agricultura e pecuária, tendo por objetivo estimular os produtores da região a usar o Sistema.

Serão apresentados conceitos básicos à respeito da técnica, a sua utilização em sistemas de produção de bovinos de corte, além da utilização de soja, milho e sorgo para grão e silagem, e sorgo para pastejo como alternativas para rotação com pastagens, visando a sustentabilidade de sistemas de produção.

Através de palestras e visitas em áreas de plantio direto os participantes terão um contato direto com técnicos e produtores com experiência no assunto, além de poderem observar "in loco" alguns campos de demonstração de resultados.

Palestrantes do IZ; Embrapa, Cati, IAC e da empresa Monsanto estarão abordando os sistema plantio direto (integração Agricultura e Pecuária); dessecação para semeadura; projeto microbacias hidrográficas do governo do Estado; sistema de produção de bovinos de corte através da integração agricultura e pecuária; sistemas de cultivo e calagem para soja na recuperação de pastagem.

Mais informações pelo telefone (0**17) 233-1753 ou 233-1500. Endereço eletrônico iz.sjrp@terra.com.br .

 

 

Pastagem

A região de São José do Rio Preto destaca-se como forte produtora de bovinos, é constituída por grandes áreas de pastagens, na sua maioria composta por braquiárias em estágio avançado de degradação.

"O Dia de Campo foi organizado para estimular os produtores a melhorarem a eficiência econômica de suas atividades, através da utilização de técnicas que serão apresentadas, cita o pesquisador e diretor do Núcleo, Célio Luiz Justo.

Os conceitos de Plantio Direto na Palha, Integração Agricultura e Pecuária, Preservação do Meio Ambiente e Sustentabilidade são recentes na região, "a expectativa do evento é provocar mudanças na forma de pensar do produtor rural, de maneira otimista, já que estas técnicas surgem como novas alternativas para o homem do campo, ressaltando os sucessos sócio-econômicos obtidos em outras regiões do país", afirma o diretor.

O pesquisador diz acreditar que haja muita resistência dos produtores em relação ao sistema, "considerando a falta de conhecimento por parte de produtores e técnicos da área, além de poucos resultados relativos à eficiência desta nova tecnologia na recuperação de pastagens em propriedades localizadas no Estado de São Paulo, e principalmente na região. Por isso a importância do evento no sentido de conscientizar o produtor rural sobre os benefícios da integração da agricultura e pecuária, através do plantio direto na palha", salienta.

Com a colaboração dos próprios produtores, associações, empresas, iniciativa privada e, principalmente, com o incentivo dos órgãos do governo, as propostas de mudanças, as etapas de aplicação e utilização de novas tecnologias vêm sendo introduzidas, abrindo novos horizontes.

A introdução do plantio direto para uma agricultura voltada a práticas mais racionais de exploração do solo, ganha espaço em todo território nacional, sinalizando o aumento de produtividade das lavouras, aliado à preservação do solo e do meio ambiente.


Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir