Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 32 - Número: 2 - Pg: 265-272 - Ano: 1975


Autores
D. J. da Silva, P. G. da Cunha e b. do e. S. de Campos.


Efeito da aplicação de anti-helmintico em novilhas de um ano de idade, durante a estação da águas.
Resumo

Foram usadas no experimento 24 novilhas mestiças Santa Gertrudis X Zebu em regime exclusivo de pasto, separadas em 3 tratamentos com 8 repetições: tratamento A — testemunha; tratamento B — via parenteral e tratamento C — via oral. Para cada grupo de 8 animais administrou-se pela via parenteral o cloridrato de Levamisole a 7,5%, e oral o Parbendazol, em aplicações bimensais a partir de novembro de 1973. A idade média inicial era de 436 dias e o peso médio inicial de 202 kg. A análise de variância dos ganhos de peso revelou diferença estatística ao nível de 1% entre os tratamentos, sendo as novilhas tratadas pelia via parenteral superiores às testemunhas. O testemunha não diferiu da via oral. O coeficiente de variação foi de 14,82%. A análise de variância do OPG das fezes foi significativa ao nível de 1%, sendo a infestação do testemunha superior a do lote que recebeu o vermífugo pela via parenteral. O lote via oral não diferiu do testemunha. O coeficiente de variação foi de 21,28%. As demais comparações não alcançaram o nível de significância estabelecido.


Effect of anti-helminthic administration in heifers during rainy season.
Abstract

Twenty four crossbred Santa Gertrudis heifers were used in a randomized complete block design experiment with 8 replications and 3 treatments: A — control; B — parenteral way (Levamisole hydrochloride); C — oral way (Parbendazol). The initial average body weight and ages of the females were 201.79 ± 2.84 kg and 435.25 ± 7.59 days old. At end of 196 days of trial the average weight gains were: treatment A: 59.13 ± 3.62 kg; treatment B: 78.63 ± 3.62 kg and treatment C: 69.63 ± 3.62 kg. The analysis of weight gain was significant to levei 1% between treatments, being the parenteral way superior to control and this no differing of oral way. The statistic analysis of number of specific eggs on faeces was significant to level 1%, being parasitic infestation of control bigger than parenteral treatment, no differing that of oral way.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir