Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 30 - Número: 1 - Pg: 17-49 - Ano: 1973


Autores
J. C. A. de Mattos.


Estudo comparativo entre silagem de milho e a planta seca e desintegrada (Hastes, folhas e espigas) na recria e engorda em confinamento de bovinos de corte.
Resumo

Com a finalidade de se comparar o pé de milho na forma de silagem com este seco e triturado, alimentaram-se durante 148 dias, 32 novilhos 1/2 Nelore x Guzerá, divididos em 4 lotes. Foram usados quatro tratamentos constituídos daquelas duas formas de administração de milho exclusivas e suplementadas com torta. O trabalho foi realizado em instalações da Estação Experimental de Zootecnia de Nova Odessa, com um delineamento estatístico de blocos ao acaso com 4 repetições. Concluiu-se, após o período experimental, que havia eqüivalência entre os dois alimentos e que seus resultados eram igualmente melhorados com a adição do referido suplemento protéico. Verificou-se ainda que através do seu uso com suplemento protéico foi possível obter, com novilhos zebus, um peso vivo final aos 27 meses de idade de 471 kg com a silagem e de 455 kg com o pé de milho seco triturado. Os ganhos médios diários no período foram: silagem 0,473 kg, pé de milho seco triturado 0,486 kg, silagem mais suplemento protéico 0,905 kg e pé de milho seco triturado mais suplemento protéico 0,838 kg. A produção de matéria seca por área foi de 7.215 kg/ha no caso da silagem e de 7.365 kg/ha no caso do pé de milho seco.


Comparative study between grain sorghum and grain com on fattening steers under confinement.
Abstract

Thirty two Nelore x Guzera crossed steers were used in a 148 days feed-lot experiment following a randomized complete block design with 4 replications, to compare the value of com silage and com fodder as rations for fattening cattle. Treatments were: A) com silage; B) com silage plus 2 kg of cotton seed oil meal; C) com fodder and D) com fodder plus 2 kg of cotton seed oil meal. Average daily intake, in a dry matter basis, were 7.070 kg, 9.160 kg, 7.210 kg and 9.680 kg, respectively for treatments A, B, C and D. Average daily gains were 0.473 kg, 0.905 kg, 0.486 kg and 0.838 kg per animal, respectively, for treatments A, 13, C and D. Protein supplementation showed that on adequate feeding, zebu steers are able to reach body weights of 471 kg in treatment B, and 455 kg in treatment D, at the age of 27 months. Dry matter yields of com as silage or fodder were equivalent.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir