#novembroazuloficial            #novembroazul

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 10 - Número: único - Pg: 112-119 - Ano: 1948


Autores
G. E. Hermsdorff.


A raça bovina Bretã.
Resumo
Pela primeira vez, na histeria da pecuaria brasileira, a raça bovina Bretã, é representada em uma de nossas exposições de animais. Esse fato tem, para mim, tal importância que, sem levar na minima conta a pesada responsabildade de tomar o tempo e de' prender a atenção de um auditorio, como o presente, aceitei" sem qualquer outra consideração, o honroso convite do meu ilustre colega e nosso distinto amigo, Prof. Dr. Alexardre Mello, digno Diretor Geral do Departamento da Produção Animal deste adiantado Estado e- operoso Vice-presidente da Atual.

XV Exposição Nacional de Animais e Produtos Derivados. Sejam, pois, as minhas primeiras palavras dirigidas a esse amigo de longa. 
data para lhe agradecer a oportunidade que me ofereceu, - e que' eu intimamente desejava -, para dizer, de público, os motivos da minha velha insistência para que o Brasil experimentasse a raça Bretã como elemento melhorador de certos aspectos da sua pecuária leiteira. Devo prevenir, tambem, a todos aqueles que me distinguem CDm a sua preciosa atenção que, ao recomendar a introdução da raça bovina Bretã em nosso. meio, não tenho a veleidade de pretender garantir 'seja ela capaz de satisfazer todas as minhas esperanças. Conforme procurarei expor, no decorrer desta palestra, deposito nessa raça apena s esperanças que acredito alícerçadas em solidas bases. Se, entretanto, apesar de tudo, a experiência demonstrar que essas esperanças não passam de simples miragem; douradas creio, mesmo assim, ter sido util ao' Brasil. Trata-se, portanto, repito, de uma simples experiência, cujos resultados, e so-
mente eles, poderão fornecer indicações seguras a respeito do valor dessa raça para o nosso meio. O Brasil tem gasto muito dinheiro e perdido bastante tempo no justo afande melhorar a sua pecuária Ieiteira por meio de importações de raças especializadas. Numerosos têm sido os exemplares escolhidos dente as mais afamadas raças leiteiras do mundo, aqui introduzidos, tais como: a Holandesa, a Jersey, a Guernesey, a Schwyz, a Normarula, a Flamenga, a Simental, a Friburguesa, etc .. Algumas dessas raças nos têm sido, são e nos serão preciosissimas ; continuam e continuarão sendo importadas. Outras, entretanto, aqui não se adaptaram, nem
puras nem cruzadas e hoje, praticamente, estão exclui das de nossas cogitações.
Mas só a experiência, demorada e cara, foi capaz de demonstrar o valor de cada uma para o nosso meio. A raça bovina Bretã jamais foi aqui experimentada, sendo inteiramente desconhecida no Brasil. Há, é verdade, algumas vagas referências de uns raros exemplares que teriam sido introduzidos, em fins do seculo passado e no inicio do presente, no Estado do Rio, neste Estado e no Rio Grande do Sul. Entretanto, apesar de todos os meus esforços, nenhum fato concreto a esse- respeito me foi possível apurar. 


Não tem nota em inglês.
Abstract

Não tem nota em inglês.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir