#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 57 - Número: 1 - Pg: 01-09 - Ano: 2000


Autores
Moema Ferreira Bueno, Herbert Barbosa de Mattos, Michelle Nazaré Xavier da Costa, Sônia Maria de Stéfano Piedade e Wanderley Benedito de Oliveira Leite


Épocas de vedação e de uso no capim Marandu I. Produção de matéria seca e valor nutritivo.
Resumo

Utilizando-se de um delineamento em blocos completos ao acaso, com parcelas subdivididas, quatro repetições e 12 tratamentos, estudou-se os efeitos de três épocas de vedação e quatro épocas de uso na produção e valor nutritivo de Brachiaria brizantha cv. Marandu cultivada em Brotas-S.P. As épocas de vedação (10 de março, 24 de março e 07 de abril) representaram as parcelas principais e os períodos de utilização (27 de junho, 25 de julho, 25 de agosto e 22 de setembro) as subparcelas. Os resultados permitem afirmar-se que as produções de matéria seca para a Brachiaria brizantha cv. Marandu variaram com as épocas de vedação, aumentando com o tempo. A digestibilidade da forrageira foi afetada, principalmente pelos teores de lignina. Visando conciliar-se a produção de matéria seca e o valor nutritivo para a Brachiaria brizantha cv. Marandu, recomenda-se a vedação da pastagem no começo de março, para uso durante o período seco, preferencialmente em julho.


Pasture stockpiling period of Brachiaria grass ( Brachiaria brizantha cv.Marandu) I. Dry matter yield and nutritive value
Abstract

The present experiment was carried out in Brotas, SP, with the objective of determining the most suitable time for shutting paddocks of Brachiaria grass up for accumulating herbage to be used for supplementation purposes during the dry season of the year. Treatments comprised a combination of three closure dates (March 10, March 24 and April 07) and four utilization dates (June 27, July 25, August 25 and September 22). The experiment was laid out on the field according to a complete randomized block design, replicated four times, with treatments assigned to experimental units according to a split- plot arrangement. Closure dates corresponded to the main plots and utilization dates to the subplots. The dry matter yields were different between the periods of stockpiling and increased with time. Herbage digestibility was strongly influenced by the lignin content. In order to obtain greater forage yields with better quality, it is suggested that stockpiling begin in March for utilization during the dry season of the year, to be used in July.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir