Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 34 - Número: 1 - Pg: 9-17 - Ano: 1978


Autores
C. Barbosa, W. M. Pereira, J. C. A. de Mattos, A. C. M. F. Siqueira e S. M. César.


Efeito da substituição do farelo de torta de algodão pelo farelo de feno de siratro sobre o crescimento de bovinos de corte em confinamento e a recria em pastagem.
Resumo

O presente trabalho foi realizado na Estação Experimental dc Zootecnia de Andradina (SP), empregando-se 16 bovinos suço-guzerá, segundo um delineamento estatístico de blocos ao acaso com dois tratamentos e quatro repetições  sendo as parcelas constituídas de dois animais. Tratamento A:80% de farelo de pé de milho integral, 15% de farelo de torta de algodão e 5% de farelo de feno de siratro. Tratamento B: 60% de farelo de pé de milho integral c 40% de farelo de feno de siratro. As duas rações foram fornecidas à vontade, como única fonte de alimentação. No regime de pastor para o ganho médio diário por cabeça, foram encontradas diferenças significativas a favor do tratamento B, onde o animal em regime de confinamento ganhou menos peso. Foram encontradas diferenças estatísticas (1%) para o tratamento A. no peso final, ganho de peso e consumo de matéria seca, para o regime de confinamento. Em pastejo, foram encontradas diferenças estatísticas (5%) para o ganho de peso, área de olho de lombo e rentabilidade, favorecendo o tratamento B.


Effect of siratro, Macroptilium atrapurpureum D. C., hay as substitute for cottonseed ou meal in live weight gains of beef cattle in feed lot and after growth on pasture.
Abstract

The trial was caried out at Estação Experimental de Zootecnia, Andradina, situated at north west of São PauloState. Sixteen suíço x guzerá caule were utilized in randomized blocks with 2 treatments and 4 replications — A: 80% com fodder 15% cottonseed meal and 5% siratro hay; B: 60% corn fodder and 40% siratro hay. Rations weresupplied ad libitum, systems of grazing significant differences on average daily gain per animal were observed for the treatment B. Statistical differences (1%) were observed for the treatment A on the end weight and the weight gain in the feed lot. On pasture, statistical differences (5%) were observed for the treatment B on weight gain and retailability.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir