#novembroazuloficial            #novembroazul

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 74 - Número: 3 - Pg: 246-254 - Ano: 2017


Autores
F. Amarilho-Silveira, J. F. Motta, N. J. L. Dionello


Seleção e características produtivas de borregas Corriedale fenotipicamente resistentes a nematoides gastrointestinais
Resumo

A busca por ovinos resistentes à ação dos nematoides é uma tendência dentro dos sistemas produtivos, porém deve-se levar em consideração a produtividade, pois de nada vale a seleção de animais resistentes à ação parasitária, se não atingirem os parâmetros produtivos que o mercado exige. Assim, o trabalho foi desenvolvido com o objetivo de quantificar as características produtivas, relacionando-as à resistência fenotípica a nematoides gastrointestinais. O experimento foi conduzido no município de Herval, RS, de janeiro a agosto do ano de 2014. Foram utilizadas 30 borregas da raça Corriedale, monitoradas mensalmente do desmame (cinco meses) até aos 12 meses de idade, e realizadas as avaliações produtivas. Após término das avaliações foram formados três grupos, a saber: com resistência precoce (RP), com resistência tardia (RT) e não resistentes (RN). Não foi encontrada diferença significativa para nenhuma das características produtivas. Assim, pode-se sugerir que a seleção de animais com traços de resistência não causaria prejuízo à produtividade média do rebanho, pois as medidas corporais não apontaram nenhum índice que ateste improdutividade, e 70% das borregas apresentaram a característica que ostenta maior importância monetária à lã. Neste sentido, animais de diferentes fenótipos para resistência a nematoides gastrointestinais são igualmente produtivos.


Selection and productive traits of Corriedale lambs phenotypically resistant to gastrointestinal nematodes
Abstract

The identification of sheep resistant to nematodes is a trend within production systems; however, one must consider productivity since it is not worthwhile to select animals resistant to parasitic action if they do not achieve the production parameters that the market demands. Therefore, the objective of this study was to quantify production traits and to associate them with phenotypic resistance to gastrointestinal nematodes. The experiment was conducted in the municipality of Herval, RS, from January to August 2014. Thirty Corriedale lambs were used, which were monitored monthly from weaning (5 months) to 12 months of age, and production traits were evaluated. At the end of the evaluations, the animals were divided into three groups: early resistance (ER), late resistance (LR) and non-resistant (NR). No significant difference was observed in any of the production traits. The results suggest that the selection of animals with traces of resistance to gastrointestinal nematodes does not compromise the average productivity of the herd, since none of the body measures indicated unproductivity and 70% of the lambs had the trait that is of most financial importance for the wool. Thus, animals with different phenotypes of resistance to gastrointestinal nematodes are equally productive.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir