#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 57 - Número: 2 - Pg: 193-199 - Ano: 2000


Autores
Antonio José Porto, Fumiko Okamoto


Efeito da aplicação de desinfetante sobre o bicho-da-seda (Bombyx mori L.)
Resumo

O trabalho foi conduzido na Estação Experimental de Zootecnia de Gália-SP, Instituto de Zootecnia, durante a safra 1999/2000. O desinfetante (cloreto didecildimetilamônio) foi testado em três diluições (1mL do produto/1000 mL de água, 1mL/ 550mL e 1mL/100mL) e comparado a um controle (água), sendo cada tratamento aplicado em dois locais distintos: na folha de amoreira, antes de ser fornecida às lagartas e diretamente no corpo das lagartas, antes do trato. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2X4, com três repetições. Os resultados obtidos mostraram que o tratamento onde o desinfetante foi aplicado na sua forma mais diluída (1/1000), tanto na folha quanto na lagarta, não trouxe efeitos nocivos ao bicho-da-seda e ao casulo produzido, ao passo que os tratamentos onde o produto foi ministrado nas diluições de 1/550 e 1/100, propiciaram a produção de casulos com peso médio de casca sérica inferiores ao tratamento controle, sendo que o tratamento 1/100 resultou ainda na redução do peso médio do casulo, no número de lagartas que formaram casulo (5,47% a menos que o controle), além de promover um atraso no período larval de 2,06 dias em relação aos demais tratamentos.


Disinfectant spraying effects on silkworm (Bombyx mori L.)
Abstract

The work was conducted at Estação Experimental de Zootecnia de Gália-SP, Instituto de Zootecnia, during the harvest 1999/2000. The disinfectant (didecilmetil-ammonium cloride) was tested in three dilutions (1mL of product/1000 mL of water, 1mL/550mL and 1mL/100mL) and compared to a control (water), with the treatment applied in two distinct  ways: in the mulberry leaves and right on the caterpillar body, before meals. It was used a completely randomized design, in 2X4 factorial scheme, with three replications. The obtained results showed that the treatment where the disinfectant was applied more diluted (1/1000), on the leaves or on the caterpillars, did not affect the silkworm and the produced  cocoon, while the treatments where the product was used in the dilutions 1/550 and 1/100, it was observed cocoon shell weight smaller than the control treatment, with reduction on cocoon weight, number of caterpillars that formed cocoons (5,47% less that the control) and a delay in the larval period of 2.06 days regarded to other treatments, when the disinfectant was used in the diluition of 1/100.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir