Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 70 - Número: 2 - Pg: 140-148 - Ano: 2013


Autores
Guilherme Fazan Rossi, Fábio Morato Monteiro, Marina Ragagnin de Lima, Maite Del Collado, Roberta Vantini, Joaquim Mansano Garcia


Efeitos da suplementação com fontes de ácidos graxos em doadoras da raça Holandesa durante o pré e pós-parto sobre o retorno à ciclicidade e produção in vitro de embriões
Resumo

A suplementação de bovinos leiteiros com fontes de ácidos graxos poliinsaturados (AGPs) é uma prática utilizada para aumentar o nível energético das dietas, além de proporcionar efeitos positivos nas funções reprodutivas de importantes tecidos, incluindo hipotálamo, hipófise, ovários e útero. O trabalho foi conduzido com objetivo de avaliar as condições reprodutivas do pós-parto, número de folículos, presença de corpo lúteo (CL), concentração de progesterona (P4), quantidade de oócitos viáveis e totais e a produção in vitro de embriões (PIVE) de doadoras multíparas da raça Holandesa suplementadas com dieta rica em AGPs protegido (principalmente ácido linoleico - n-6) e não protegido (principalmente ácido linolênico - n-3) durante o pré e pós-parto. As dietas foram fornecidas por 30 dias pré-parto e 60 dias pós-parto. As doadoras foram divididas aleatoriamente em 3 grupos: Controle (n=6), Megalac-E® (n=5; suplementados com fonte de gordura protegida 100 g/doadora/dia no pré-parto e 300 g/doadora/dia no pós-parto) e linhaça (n=5); fonte de gordura não protegida contendo 1 kg/doadora/dia no pré-parto e 1,5 kg/doadora/dia no pós-parto). Os animais foram submetidos à aspiração folicular (OPU) nos dias 30, 45 e 60 pós-parto. Os oócitos recuperados foram selecionados e os viáveis submetidos aos procedimentos da PIVE. Os dados foram analisados pelo método dos quadrados mínimos utilizando análise de variância pelo procedimento GLM. As diferenças entre as médias foram comparadas pelo teste de Tukey com significância de 5%. Não foi detectado efeito de tratamento de suplementação, de dias de aspirações pós-parto e das interações sobre as variáveis: quantidade de oócitos viáveis, taxa de oócitos viáveis, número de clivagem, de PIVE, taxa de doadoras com CL e concentração de P4 (P>0,05). No entanto, foi observado maior número de folículos e de oócitos totais no grupo suplementado com linhaça em relação ao grupo Megalac-E® e Controle (P<0,05). A suplementação com AGPs não aumentou o número de oócitos viáveis, a PIVE e o retorno à ciclicidade


Effects of fatty acid suplementation in Holstein cows at pre and post partum period, on estrous cycle return and in vitro production of embryos
Abstract

The supplementation of dairy cattle with sources of polyunsaturated fatty acids (PUFA) can be use to increase the energy level of the diet in addition to having positive effects on reproductive functions of important tissues including the hypothalamus, pituitary, ovaries and uterus. The aims of this study were to evaluate the reproductive conditions of the postpartum, number of follicles, corpus luteum (CL) presence, concentration of progesterone (P4), aspirated oocytes, amount of viable oocytes and in vitro production of embryos (IVPE) of the Holstein multiparous donors supplemented with rich diet in protected PUFA (especially linoleic acid - n-6) and non-protected (especially linolenic acid - n-3) during pre and post partum. The diets had been given for pre-partum during 30 d and post partum 60 d. The donors were divided into three groups: Control (n=6), Megalac-E® (n=5; supplemented with protected fat source 100 g/donor/day in pre-partum and 300 g/donor/day in postpartum) and linseed (n=5; supplemented with fat source unprotected containing 1 kg/donor/day pre-partum and 1.5 kg/donor/day in postpartum). The animals were submitted to ovum pick-up (OPU) on days 30, 45 and 60 d postpartum. The recovered oocytes were selected and the viable ones were submitted to IVPE procedures. The data were analyzed by the method of least squares variance using the GLM protocol. The differences between averages were compared by Tukey test with 5% significance. There was no detectable effect of treatment, aspirations of postpartum days and interactions on variables: CL presence, concentration of P4, amount of viable oocytes, viable oocytes rate, IVPE and embryos production rate. However, was observed in the group supplemented with linseed more follicles and total oocytes than Megalac-E® and Control group. Supplementation with PUFA didn't increase the number of viable oocytes and IVPE.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir