#cancerdemama            #outubrorosa

Bulletin of Animal Husbandry
Volume: 41 - Número: único - Pg: 173-182 - Ano: 1984


Autores
V. T. Paulino, L. E. dos Santos, H. B. de Mattos, G. Bufarah.


Estimativa do potencial de fornecimento de nitrogênio de leguminosas de clima tropical. II. Região de Itapetininga SP.
Resumo

O presente trabalho foi conduzido a campo, no período janeiro de 1978- janeiro de 1982, no Posto de Ovinos e Caprinos de Itapetininga, do Instituto de Zootecnia. Seu objetivo era estimar a capacidade de fornecimento de nitrogênio das leguminosas soja-perene (Glycine wightii Verdc/, galáxia (Galactia striata Jacq.) e desmódio cv. Green Leaf (Desmodium intortum cv. Green Leaf Urb.), quando consociadas com a setária cv. Nandi (Sararia anceps Stapf ex-Massey cv. Nandi), através da produção de matéria seca e proteína total do conjunto graminea-leguminosa, comparada com a produção de proteína por área do capim exclusivo e adubado com níveis de nitrogênio. Os tratamentos estudados foram os seguintes: cada uma das três leguminosas exclusivas sem adubação nitrogenada; adubadas com 150 ou 300kg de N/hectare/ano; ou consociadas com setária, e a setária exclusiva sem adubo nitrogenado ou adubada com 150 e 300kg de N/hectare, dispostos num delineamento experimental de blocos ao acaso com três repetições. Resultados do estabelecimento evidenciaram que o desmódio e a galáxia tiveram bom estabelecimento e, a soja-perene, estabelecimento lento. A setária cv. Nandi respondeu positivamente à adubação nitrogenada até 300kg de N/hectarelano, com incrementos equivalentes a 23,3kg de matéria seca por quilograma de N aplicado e um aproveitamento à base de 0,32kg de N por quilograma aplicado. As consociações setária + galáxia, setária + soja-perene e setária + desmódio produziram, em termos de matéria seca por área, o equivalente às adubações nitrogenadas, no capim exclusivo, de 124, 117 e 105kg de N/hectarelano respectivamente. As leguminosas contribuíram para elevar os teores de proteína bruta da setária consociada com relação aos teores de proteína bruta da setária exclusiva e sem adubação nitrogenada. O nitrogênio aparentemente transferido das leguminosas soja-perene, galáxia e desmódio para setária cv. Nandi em consociação foi 32, 38 e 32,5kg de N/hectare/ano respectivamente.


Estimation of the potential supply of nitrogen by tropical legumes. II. Region of Itapetininga, São Paulo, Brazil.
Abstract

The present experiment was carried out in the field at Posto de Ovinos e Caprinos do Instituto de Zootecnia. in itapetininga, of São Paulo, BraziI. It was evaluated the potencial supply of nitrogen through perenniaI soybean (Glycine wightii Verde.), galáxia (Galactia striata Jacq.). green leaf desmodium (Desmodium intortum cv. Green Leaf Urb.) to Setaria anceps Stapf ex Massey cv. Nandi. Theses species were fertilized with three levels of nitrogen (0, 150 and 300kg per hectare per year) and each one of the legumes was also mixed with the grass. Setaria mixed with perennial soybean, with galaxia and with desmodium showed dry matter yields equivalent to a fertilization of 124. 117 and 105kg of nitrogen/hectare/year on the grass alone. The forage production of the grass alone increased up to 300kg N per year, with increases in dry matter yield (D.M.) of 23.35kg of D.M./kg of applied N and 32% rate of nitrogen recovery. The forage legumes increased the protein contents of mixed Setaria grass compared with Setaria grass alone not fertilized with mineral N. The apparent nitrogen transfer of perennial soybean, galaxia and desmodium to the mixed setaria was 32, 38 and 32.5kg of N/hectare/year, respectively.


Íntegra (PDF)




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir