#NovembroAzulOficial            #NovembroAzul

PUBLICAÇÕES >> Dissertações de Mestrado
Ocorrência natural de aflatoxina M1 e parâmetros de qualidade do leite em propriedades do Estado de São Paulo

Autores
Adriana Frizzarin Rosa

Resumo

A possibilidade de presença de aflatoxina M(AFM1) no leite, decorrente do consumo de aflatoxina B1 (AFB1) presente na dieta de vacas em lactação, representa grande ameaça à saúde humana. Foram monitoradas 09 propriedades leiteiras do Estado de São Paulo onde se avaliou a ocorrência natural da AFM1 no leite dos balões coletores de 15 vacas em lactação e dos tanques de refrigeração; a correlação entre a presença de AFM1 com o processo inflamatório da glândula mamária, avaliado através dos testes “California Mastitis Test” (CMT) e Contagem de Células Somáticas (CCS), além da correlação da composição do leite (gordura, proteína, lactose, sólidos totais, extrato seco desengordurado) com a presença da AFM1. A detecção e quantificação de AFM1 foram realizadas empregando-se coluna de imunoafinidade para purificação associada à Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE). Das 540 amostras de leite dos balões coletores analisadas, em 12% foi observada ocorrência da AFM1. A média das concentrações analisadas foi de 0,144μg/L, com resultados que variaram de 0,05 μg/L a 9,83 μg/L. Das 38 amostras de leite dos tanques de refrigeração avaliadas 16% estavam contaminadas com AFM1 com níveis que variaram de 0,44μg/L a 2,65 μg/L, onde 83% destes, com níveis superiores aos permitidos no Brasil de 0,5μg/L. A frequência relativa de CMT positivo das propriedades avaliadas foi de 48,54%. Os resultados de CCS dos balões coletores variaram de 1x103cels/mL até 9999x103cels/mL, a média de CCS foi de 757,01x103cels/mL. Houve correlação moderada (p<0,05) entre CMT dos quartos mamários e CCS dos balões coletores. A CCS teve correlação significativa (p<0,05) com os componentes do leite, gordura, proteína e lactose. Os valores médios dos parâmetros de composição do leite foram: gordura (2,90%), proteína (3,10%), lactose (4,54%), sólidos totais (11,51%) e extrato seco desengordurado (8,60%). Apenas sólidos totais apresentaram uma pequena correlação significativa (p<0,05) com a presença da AFM1. Não houve correlação significativa entre a CCS e a detecção da AFM1. Há necessidade de se monitorar e estudar a presença da AFM1 no leite produzido a fim de se traçar políticas públicas de controle da micotoxina.

Palavras-chave: Aflatoxina M1; Células Somáticas; Leite cru; Parâmetros de Qualidade; Segurança Alimentar.

 ABSTRACT

The possibility of aflatoxin M1 (AFM1) presence in milk due to consumption ofaflatoxin B1 (AFB1) in the lactating cows diet is great threat to human health. We monitored 09 dairy farms in São Paulo state where they were evaluated: natural occurrence of aflatoxin M1 of milk in balloon's collector of 15 lactating cows and cooling tanks; correlation between the presence of AFM1 in inflammation of the mammary gland, assessed through tests " California Mastitis Test " (CMT) and somatic cell count (SCC); correlation of milk composition (fat, protein, lactose, total solids, dry defatted extract) with the detection of aflatoxin M1. The detection and quantification of AFM1 was performed employing immunoaffinity column for purification associated with High Performance Liquid Chromatography (HPLC). Considering 540 milk samples of balloons collectors analyzed, was observed in 12% occurrence of aflatoxin M1. The average of the concentrations examined was 0.144 μg/L, with results ranging from 0.05 μg/L to 9.83 μg/L. Of the 38 samples of milk cooling tanks evaluated 16% were contaminated with AFM1 levels ranging from 0.44 μg/L to 2.65 μg/L , where 83% of those with levels higher than allowed in Brazil of 0.5 μg/L. The relative frequency of positive CMT samples of farms evaluated were 48.54%. The SCC balloons collectors ranged from 1x103cels/mL until 9999x103cels/mL with average of 757,01x103 cels/mL. Moderate correlation (p<0.05) happened between CMT of mammary quarters and SCC of milk balloons collectors. CCS had significant correlation (p<0.05) with Milk components, fat, protein and lactose. The values average of milk parameters composition were: fat (2.90%), protein (3.10%), lactose (4.54%) , total solids (11.51%) and dry extract (8,60%). Only solids showed a small significant correlation (p<0.05) with the presence of AFM1. There wasn’t significant correlation between SCC and the detection of aflatoxin M1. However is necessary monitor and study the aflatoxin M1 presence in milk produced seeking to define public policies to control mycotoxin.

Keywords : Aflatoxin M1; Somatic Cells; raw milk; Quality Parameters; Food Safety.

Íntegra (PDF)


Veja todas as publicações



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir