#novembroazuloficial            #novembroazul

PUBLICAÇÕES >> Dissertações de Mestrado
Efeito da suplementação alimentar em pastagens no desempenho de bezerras e primíparas Nelore.

Autores
Henrique Moreira Lopes

Resumo

Existe grande demanda mundial para aquisição de carne brasileira, grande oportunidade para o crescimento deste setor e por outro lado, o nosso país ainda apresenta baixa produtividade no setor de gado de corte, havendo oportunidades para implementar várias melhorias. As pastagens tropicais sofrem muito a influência das estações do ano, principalmente a estação das chuvas que provocam abundante brotação e a longa estiagem da estação seca, que provoca aumento significativo do material morto com consequente queda no valor nutricional. A suplementação dos bovinos em pastagens é uma necessidade constante. O uso do suplemento em baldes contendo blocos com melaço pode ser uma alternativa à suplementação a pasto. O presente estudo teve como objetivo mensurar o efeito da suplementação em blocos, comparado com a suplementação convencional, em pó, no ganho de peso de bezerras da raça nelore (experimento 1), e peso e escore corporal de primíparas Nelore (experimento 2), com formulações específicas para época das águas e das secas. Também foram mensurados: velocidade de fuga, uréia e glicose plasmática nas bezerras, peso dos bezerros ao pé e a temperatura ruminal nas primíparas. O projeto de pesquisa foi realizado do Centro APTA Bovinos de Corte, do Instituto de Zootecnia, sendo os animais mantidos em pastagens de brachiaria brizantha, cultivar Marandú. No experimento 1 foram utilizadas 114 bezerras desmamadas da raça Nelore, com idade inicial média de 7 meses, até 24 meses. No experimento 2, 40 novilhas prenhes foram classificadas em três grupos experimentais por peso inicial, entre 350 e 400 kg, entre 400 e 500 kg e entre 500 a 590 kg. Após o parto, o bezerro foi pesado e recebeu os cuidados normais de recém nascido. O consumo do suplemento em blocos com melaço foi em média 242 g/bezerra/dia, nos 480 dias de experimento, com ganhos médios de 0,290 kg/animal/dia. As bezerras que consumiram os blocos com melaço ficaram significativamente mais pesadas no verão chuvoso, mas com o decorrer da seca houve perda de peso e no final do experimento não houve diferença entre os pesos vivos. No experimento 2 o consumo dos blocos com melaço oscilou entre 77 a 821g/animal/dia enquanto o tratamento controle ficou entre 10 e 370 g/animal/dia. As primíparas que consumiram blocos com melaço concentrado apresentaram menor perda de peso em decorrência do parto e maior escore corporal aos 150 dias após o parto. Concluiu-se que o suplemento em blocos com melaço pode ser boa alternativa para suplementar os animais, principalmente na estação das águas.

Palavras- chave: Bovinos de corte, Fêmeas, Sal mineral.

Íntegra (PDF)


Veja todas as publicações



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir