#novembroazuloficial            #novembroazul

PUBLICAÇÕES >> Dissertações de Mestrado
DIGESTIBILIDADE E MICROBIOTA RUMINAL DE CORDEIROS COM SUPLEMENTAÇÃO LIPÍDICA À BASE DE TORTA DE MACADÂMIA

Autores
Lumena Souza Takahashi

Resumo

A produção de carne tornou-se o principal objetivo da ovinocultura no Brasil, e, visando a produção sustentável, torna-se necessária a utilização de recursos alternativos. Coprodutos agroindustriais são uma importante fonte alternativa de nutrientes para alimentação animal, promovendo a redução da contaminação ambiental e dos custos de produção. Além disso, coprodutos de espécies oleaginosas são utilizadas como fonte de lipídeos na dieta animal. A torta de macadâmia foi apontada como substituto de sucesso a outros tipos de grãos convencionais, tornando viáveis estudos relacionados à digestibilidade e consumo de torta nas dietas, bem como o conhecimento da microbiota ruminal e da provável melhoria de sua eficiência, buscando a maximização da produção e a redução de custos. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da suplementação lipídica em níveis crescentes de torta de macadâmia na dieta de cordeiros sobre a digestibilidade da dieta e a microbiota ruminal. Foram utilizados 31 cordeiros Dorper x Santa Inês, alimentados com dieta composta por 30% de volumoso e 70% de concentrado (milho triturado, farelo de soja, torta de macadâmia e sal mineral), em quatro tratamentos com 0%, 4,5%, 8,5% e 14% de inclusão de torta de macadâmia na dieta. Os animais foram submetidos à ensaio de digestibilidade in vivo e à coleta de líquido ruminal ao final do experimento, a fim de obter as características da microbiota ruminal. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste Tukey a 5% de probabilidade. Não houve efeito de tratamento (p>0,05) para consumo de matéria, coeficientes de digestibilidade aparente de extrato etéreo, fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido, hemicelulose e extrativo não nitrogenado. Assim como para ingestão de energia bruta, energia digestível, energia metabolizável e balanço de nitrogênio. Houve efeito de tratamento sobre coeficientes de digestibilidade aparente de matéria seca (p=0,0197), matéria orgânica (p=0,0392), energia bruta (p=0,0295) e proteína bruta (0,0023). Houve efeito de tratamento (p<0,05) sobre os microrganismos ruminais, com exceção de Archaea. A torta de macadâmia mostrou-se eficaz para substituição de alimentos energéticos em níveis até 14% de inclusão na alimentação de cordeiros, sem diminuir o consumo e digestibilidade da dieta e sem causar prejuízos a microbiota ruminal. O nível máximo ideal observado foi o de 8,5% de inclusão de torta de macadâmia na dieta de cordeiros.

Íntegra (PDF)


Veja todas as publicações



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir