#cancerdemama            #outubrorosa

UNIDADE  >>  Centro de Pesquisa de Zootecnia Diversificada


Atribuição

- Desenvolver pesquisas científicas e tecnológicas com vistas a otimização da produção zootécnica em espécies de interesse econômico: Aves, Caprinos, Ovinos e Suínos.

 

- Realizar estudos sobre manejo zootécnico visando a definição de técnicas criatórias e sistemas de produção mais adequadas a realidade das pequenas e médias propriedades rurais.

 

- Desenvolver estudos nas áreas de manejo sanitário e reprodutivo, tanto para sistemas intensivos como para sistemas com utilização menos intensiva de tecnologia.

 

- Desenvolver estudos específicos de manejo alimentar envolvendo: Aves, Caprinos, Ovinos e Suínos, visando a maximização da produtividade.

 

- Estudar o comportamento animal em diversos habitat: pastagens, confinamento total, semi-confinamento, baias coletivas ou baias individuais, visando definir sistemas criatórios adequados à níveis elevados de produtividade, mantendo condições de controle de ambiente e conforto animal.

 

- Desenvolver pesquisa sobre a relação animal e ambiente e os reflexos na produtividade.


Estrutura

Animais de pequeno porte

:: Ovinocultura

Áreas de Atuação: É objetivo da Unidade de Ovinos gerar tecnologia para produção de carne de cordeiro em sistema de abate superprecoce, como alternativa para viabilização sócio-econômica da pequena propriedade rural, com ênfase naquelas que utilizam a mão de obra familiar, para tanto atuamos nas seguintes áreas:
1- Seleção de animais de raças nacionais, Santa Inês e Morada Nova, visando melhor conformação de carcaça, sem alteração das características de adaptabilidade.
2- Estudo da utilização de raças de corte melhoradas em matrizes deslanadas.
3- Caracterização e avaliação de carcaças de cordeiros puros e cruzados abatidos precocemente.
4- Determinação da viabilidade e nível ideal de utilização alimentos alternativos e de subprodutos agro-industriais no acabamento de cordeiros e na suplementação estratégica de matrizes (polpa cítrica, bagaço de cana hidrolisada, resíduos da sericicultura, amoreira e outros).
5- Estudo de estratégias de manejo alimentar.
6- Determinação de parâmetros para predição da composição corporal visando a proposição de métodos práticos de avaliação de carcaça de cordeiros.
7- Estudo de métodos de manejo e avaliação de forrageiras específicas para ovinos.
8- Aperfeiçoamento de sistema informatizado para gerenciamento de rebanhos ovinos.
9- Manejo animal visando o controle da verminose e outras doenças.

:: Suinocultura
Áreas de Atuação: Nutrição e manejo de leitões desmamados e suínos em crescimento/terminação, como também digestibilidade e metabolismo animal.
Visando a produção de carne de qualidade com segurança alimentar ao menor custo de produção, para tal atuamos nas seguintes áreas:
1- Avaliação de alimentos alternativos e de subprodutos agroindustriais na alimentação de suínos;
2- Avaliação de produtos alternativos (probióticos, prebióticos, ácidos orgânicos, óleos essenciais) ao uso de antibióticos no desempenho e metabolismo da espécie suína;
3- Estudos sobre características de carcaça e qualidade da carne suína;
4- Prestação de serviço a terceiros com a avaliação do produto do cliente em um ensaio de desempenho aonde podem ser aferidos o ganho diário de peso, consumo diário de ração e conversão alimentar;
5-Testar o produto do cliente em um ensaio de metabolismo onde podem ser aferidos os coeficientes de digestibilidade e metabolizabilidade da MS, PB, EB, EE e quaisquer outro nutriente que seja de interesse;

:: Avicultura
Áreas de Atuação: A equipe da Unidade de Avicultura gera tecnologia para produção de carne e ovos a fim de fortalecer o setor avícola, com boas práticas de manejo, nutrição, sanidade e bem-estar; para tal atuamos nas seguintes áreas:
1- Desenvolvimento de pesquisas sobre diferentes sistemas de produção avícola;
2- Avaliação de diferentes linhagens para produção de carne e ovos;
3- Caracterização e avaliação de carcaça de aves de corte.
4- Avaliação de alimentos alternativos e de subprodutos agroindustriais na alimentação de frangos de corte, poedeiras, aves alternativas e codornas;
5- Avaliação de produtos alternativos ao uso de antibióticos no desempenho e saúde de frangos de corte, poedeiras e codornas;
6- Estudos sobre indicadores comportamentais, fisiológicos e imunológicos do bem-estar de aves de produção;
7- Estudos sobre ambiência para aves em diferentes sistemas de produção;
8- Estudos sobre qualidade física e química de ovos;
9- Estudos sobre produção de codornas de corte e de postura;
10- Prestação de serviço a terceiros com avaliação da qualidade externa e interna de ovos;



:: Bubalinocultura

A Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento (UPD), de Registro (SP). A Unidade é uma das poucas unidades de pesquisas do Brasil a realizar trabalhos exclusivamente com búfalos, com estudos iniciados há mais de 30 anos. A UPD está situada no Vale do Ribeira, região em que a agropecuária é a segunda atividade mais importante, perdendo apenas para o setor de serviços.


Produção Animal - desenvolvemos projetos que envolvem a produção de leite, principalmente, e de carne de búfalos. Seguimos sempre a premissa que o sucesso produtivo do rebanho bubalino depende de fatores ligados ao manejo geral da propriedade. Dentre eles, podemos citar: nutrição adequada, suplementação mineral correta, controle sanitário, controle produtivo e conduta apropriada, dentro das recomendações técnicas.

Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF) - conduzimos experimentos inovadores que possibilitaram a difusão da inseminação artificial (IA) para novilhas búfalas em larga escala e, desta forma, expandimos para as fêmeas bubalinas jovens nossa linha de pesquisa relacionada à IATF. A utilização da IA é considerada tecnologia de grande relevância, particularmente por introduzir eficientemente material genético superior nos rebanhos bubalinos. A utilização desta biotecnologia em novilhas possibilita aumento na velocidade do ganho genético nas propriedades, visto que, em um processo contínuo de seleção e melhoramento, as novilhas são consideradas os exponenciais do rebanho. Devido aos estudos desenvolvidos pela UPD e seus parceiros, podemos afirmar que é possível sincronizar a ovulação para a IATF de búfalas (tanto novilhas, quanto vacas), ao longo do ano, com eficiência satisfatória, mesmo em países/regiões onde os búfalos apresentam evidente sazonalidade reprodutiva. É possível obter aproximadamente 50% de prenhez, tanto no outono e inverno (estação reprodutiva favorável), quanto na primavera e verão (estação reprodutiva desfavorável). Essa tecnologia permite associar o emprego da IA com a desestacionalização dos partos, tão importante para evitar a concentração fisiológica dos partos e da produção de leite, contribuindo para o abastecimento da demanda contínua de leite da indústria láctea de búfalos.

Superovulação, Produção In Vitro e Transferência de Embriões (SOVTE e PIVTE) - somos uma das poucas instituições de pesquisa do mundo que desenvolve estudos com superovulação de fêmeas bubalinas. Também, por meio de parcerias, desenvolvemos projetos com transferência de embriões de búfalos produzidos in vitro (PIVTE). É importante ressaltar que a aplicação desta tecnologia nos bubalinos é relativamente recente e o objetivo da pesquisa é conhecer melhor suas particularidades e aumentar a eficiência de sua utilização em todas as suas etapas.




O Centro possui uma Unidade Laboratorial de Referência:
  1. Laboratório de Referência em Classificação e Avaliação de Produtos de Origem Animal



--> Equipe


--> Produtos e Serviços


--> Publicações




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir